teatro - bistrô - café - livraria - jazz

teatro - bistrô - café - livraria - jazz
rua augusta 331 consolação tels:3255-8448 * 3257-8129

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Goiânia recebe o espetáculo Comunicação a uma Academia da premiada Cia. CLUB NOIR de São Paulo



Projeto idealizado pelo Club Noir com texto de Franz Kafka chega a capital selecionado pelo Programa BR de Cultura 2009/2010


A peça Comunicação a uma Academia, texto de Franz Kafka, direção de Roberto Alvim, com a atriz Juliana Galdino e com o ator José Geraldo Jr., poderá ser conferida em Goiânia nos dias 16, 17 e 18 de abril. A montagem da Companhia Club Noir integra o Programa BR de Cultura 2009/2010 e irá circular por cinco capitais brasileiras: Goiânia, Florianópolis, Porto Alegre, Curitiba e Vitória. Em Goiânia, a apresentação irá ocorrer no Teatro Goiânia Ouro e marca a abertura do 2˚ Festival Nacional de Teatro de Goiânia (18 de Abril), como espetáculo convidado.

A encenação de Comunicação a uma Academia destoa da proposta inicial da Companhia Club Noir, que é a de produzir exclusivamente peças de autores contemporâneos. Isso ocorreu devido ao encontro da companhia com a obra Franz Kafka, as questões nela presentes, urgentes em seu conteúdo e brilhantemente compostas em sua forma. “A síntese altamente dramática, elaborada pelo autor, tornaram o texto incontornável para nós. Sua pertinência e atemporalidade tornam o diálogo com o público de hoje tão potente quanto aquele estabelecido pelas melhores obras produzidas na contemporaneidade”, explica Roberto Alvim. A exceção rendeu a companhia sucesso de público e de críticas. Além de fazer parte do Programa BR de Cultura em 2009 e 2010, Comunicação a uma Academia foi indicada ao Prêmio Shell 2009, na categoria melhor atriz para Juliana Galdino, da Cia. Club Noir, de São Paulo. O espetáculo também conquistou consagração ao participar de projetos como FIAC Bahia, Vitrine Cultural 2009, promovido pelo do Centro Cultural Silvio Santos, foi destaque no Festival Internacional de Teatro de São José do Rio Preto-FIT, na Mostra de Teatro de Uberlândia, no Espaço Mosaico em Brasília, no Sesc Santo André e em temporada no Teatro do Club Noir.

Um comentário:

Club disse...

good job, zé.